Header Ads Widget

header ads

Comunicador de Jacobina é suspeito de abuso sexual contra a sobrinha; ele nega


O Comunicador Laedson Almeida, conhecido por Pirulito é suspeito de ter abusado da própria sobrinha em Jacobina. De acordo com a garota, o fato teria ocorrido em uma viagem feita com o tio e sua família para o distrito de Itaitu, distante cerca de 24 km.


“Na madrugada do dia 8 de janeiro fui abusada por uma pessoa do meu sangue, meu tio, o famoso Pirulito Almeida. Era exatamente às 4h da manhã quando ele deitou em minha cama e começou a me abraçar, se encostar muito em mim, beijar meu pescoço e tocar em meus seios. Foi aterrorizante e desesperador, eu entrei em estado de choque, não conseguia me mover nem falar, só consegui colocar a mão para proteger minhas partes íntimas” conta a garota em vídeo, acrescentando que em seguida reagiu o expulsando da cama.

A redação do Diário da Chapada entrou em contato com o comunicador, o qual nos contou que uma reunião fora realizada entre ele, a garota, a mãe dela e o pai, o qual é seu irmão e que todo o mal-entendido havia sido desfeito. “Eu seria incapaz de agir contra minha própria sobrinha. Além disso, minha esposa e meus filhos estavam na cama ao lado. Meu maior problema é que faço brincadeiras com todo mundo e ela interpretou desta forma. Estou à disposição para esclarecer o que for preciso” disse Pirulito Almeida

Os relatos da garota tomaram as redes sociais, onde ela compartilha também as conversas que teve com Laedson. Mesmo com os pedidos de desculpas do comunicador, ela o condena veementemente. “Eu admirava você, via como inspiração, mas pelo visto você não me viu como sobrinha e não teve um pingo de consideração pelo sangue. Eu não consigo dormir, com medo, eu tô assombrada, horrorizada e traumatizada, espero que sua consciência pese muito por tudo que me causou” escreveu.

Não recebemos registros de ocorrência do caso, mas seguiremos apurando mais informações.

Diário da Chapada - Seu portal de informações de áreas